Pesquisar

CLIQUE AQUI PARA CONHECER NOSSAS REDES SOCIAIS.

CLIQUE AQUI PARA CONHECER NOSSAS REDES SOCIAIS.
CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E CONHEÇA NOSSAS REDES SOCIAIS.

sábado, 17 de junho de 2017

Você já parou para pensar sobre o significado daquelas bolinhas e barrinhas que há em algumas calçadas?

Você já parou para pensar sobre o significado daquelas bolinhas e barrinhas que há em algumas calçadas? Geralmente eles começam do nada e levam a lugar algum, ou para lixeiras, postes, placas, orelhões. Isso, quando não há pessoas videntes, que sem saber o propósito do piso, acabam também se tornando obstáculos. Esperamos que a partir deste texto você mude sua visão sobre esses pisos, pois eles têm um propósito bem maior do que ser apenas um enfeite às calçadas. Os mesmos, tecnicamente, chamam-se pisos podotáteis (podo = relativo a pés, tátil = relativo ao tato) e servem para orientar os deficientes visuais em sua locomoção.
Os pisos possuem texturas diferenciadas (tronco-cônicos – “bolas” – e lineares – “barras”) que têm significados distintos: ALERTA e DIRECIONAL,
respectivamente. O piso DIRECIONAL, mais conhecido como piso de “barrinhas” significa que o caminho é livre, sem obstáculos, deve ser colocado no sentido de deslocamento da via na “ausência ou interrupção da guia de balizamento” (NBR 9050/2004). Eles servem de guia para deficientes visuais, principalmente em espaços amplos onde é mais difícil se orientar por outros meios. Já o piso ALERTA – “bolinha” –, como o próprio nome diz, serve de alerta. Ele deve ser instalado nas seguintes situações:
1) Obstáculos suspensos: deve ser colocado em volta deste;
2) Rebaixamento de calçada;
3) Início e final de escadas e rampas,
4) Junto à portas dos elevadores;
5) Quando há desníveis como plataformas de embarque e desembarque, vãos, etc.
Há outras regras que devem ser levadas em consideração para a correta instalação dos pisos:
1) Quando houver mudança de direção deverá haver uma área de alerta indicando a existência de opções de trajeto. Ou quando a mudança de direção da via formar um ângulo menor ou igual a 90º deve-se utilizar o piso de alerta.
2) Quando houver sinalização direcional nos rebaixamentos de calçadas, esta deve encontrar a sinalização de alerta, o mesmo ocorre quando houver sinalização direcional nas portas de elevadores;
3) Nas faixas de pedestres, deve ser instalado o piso de alerta no sentido perpendicular ao deslocamento. É recomendada a colocação de piso direcional no sentido do deslocamento conectando os dois lados da calçada;
4) Em paradas de ônibus devem ser instalados pisos de alerta demarcando o local de embarque e desembarque.
Embora exista a NBR 9.050/2004 e o Decreto 5.296, na maioria das vezes, para não falar quase sempre, os pisos são colocados de maneira inadequada, perdendo assim a funcionalidade.
Por falta de informação, as pessoas desconhecem a maneira correta da utilização dos pisos. Algumas pessoas compram para “enfeitar” a calçada. Seria importante os pontos de venda informarem o significado e instruírem a maneira correta de utilização. É muito comum, como dito anteriormente, as guias levarem a postes, orelhões, árvores, placas, paredes. Ou muitas vezes as pessoas pararem em cima da guia. Ou carros estacionarem na calçada. Creio que para resolver esse problema, só mesmo através de informação. Não adianta criar leis e normas se elas não são divulgadas.
ENG MARCELO REDEL

terça-feira, 13 de junho de 2017

RESULTADO DA PERÍCIA MÉDICA DO INSS AGORA SAI NO MESMO DIA.

O segurado do INSS que passa por perícia médica agora é informado no mesmo dia sobre o resultado do exame. O serviço, iniciado na semana passada pelo instituto, funciona por meio da internet ou por telefone.
A informação fica disponível no site www.previdencia. gov.br ou pela central telefônica 135 a partir das 21h da data em que a perícia foi realizada. Para saber se o benefício solicitado será concedido, o interessado precisará informar o nome completo, a data de nascimento, o CPF e o número do benefício.
Antes, a opção dada à maioria dos segurados era aguardar a resposta por carta, cerca de 20 dias após a perícia. Em situações pouco comuns, porém, o segurado recebia o resultado na própria agência da Previdência onde ocorreu o atendimento.

Fonte:http://jornaldovalenanuque.com.br/resultado-da-pericia-medica-do-inss-agora-sai-no-mesmo-dia/

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Aposentado por invalidez consegue quitar financiamento de imóvel.

Os segurados do INSS que tiveram uma doença ou sofreram um acidente, ficaram incapazes de exercer qualquer atividade e precisaram se aposentar por invalidez têm a possibilidade de garantir alguns direitos. Um deles tem a ver com a quitação do financiamento de um imóvel em andamento pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH).
Segundo o advogado previdenciário Luiz Felipe Pereira Veríssimo, do Instituto de Estudos Previdenciários (Ieprev), esse direito deve constar do contrato assinado com qualquer banco:
— A maioria dos contratos imobiliários tem uma cláusula que garante a quitação da dívida em caso de invalidez. O seguro, que também assegura a cobertura em caso de falecimento, é pago com a prestação do imóvel. É a praxe do mercado. Em algumas linhas de financiamento, porém, não há a obrigatoriedade legal de contração desse seguro, o que impossibilitaria essa quitação.
Pelas regras atuais, no caso de um empréstimo feito por um trabalhador para a compra de um imóvel, este deverá avisar ao banco quando for acometido pela invalidez. O prazo para comunicar o sinistro, no caso de impossibilidade total e permanente, é de até um ano, contatado a partir da concessão do benefício pelo INSS.
Para garantir a quitação do imóvel, o segurado deve ficar atento. O aposentado por invalidez deve ir ao banco e verificar a documentação necessária para dar entrada no processo. O banco, de posse dos documentos, encaminhará o processo à seguradora. De maneira geral, as instituições financeiras pedem o contrato de financiamento e a carta de concessão do benefício.
Direito a abono de 25%
Poucos beneficiários sabem, mas aposentados que necessitam de cuidados permanentes de outra pessoa (para se alimentar, se locomover ou tomar banho) têm direito a um adicional de 25% do valor do benefício, o chamado auxílio-acompanhante. O INSS estabelece, porém, que só pode solicitar esse pagamento extra o segurado que se aposenta por invalidez.
Segundo dados do instituto, das 18.605.571 aposentadorias ativas em dezembro de 2015, 206.468 contavam com o benefício adicional. No ano passado, foram concedidos 8.945 auxílios do gênero. Embora o adicional seja concedido apenas para aposentados por invalidez que comprovem a necessidade do acompanhante, outros beneficiários têm conseguido, na Justiça, o direito ao abono.
— Existem decisões que concedem o adicional a outros tipos de aposentadoria, como por idade ou tempo de contribuição, caso o segurado necessite da assistência, mas isso só é concedido por via judicial — disse Luiz Felipe Pereira Veríssimo.
Quem tem direito?
De acordo com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a aposentadoria por invalidez é um direito dos trabalhadores que, por doenças ou acidentes, forem considerados incapacitados para exercer as atividades que garantem seus sustentos.
Regras
O INSS exige 12 contribuições mensais para ter direito ao benefício, exceto nas hipóteses de acidente de qualquer natureza e de doença profissional ou do trabalho. A exceção também vale para os segurados que, após se filiarem à Previdência Social, forem acometidos por alguma das doenças especificadas numa lista elaborada pelos ministérios da Saúde e do Trabalho e da Previdência Social, a cada três anos.
Valor do benefício
A aposentadoria por invalidez corresponde a 100% do salário de benefício. O salário de benefício dos trabalhadores inscritos até 28 de novembro de 1999 corresponderá à média dos 80% maiores salários de contribuição, corrigidos monetariamente, desde julho de 1994. No entanto, para os segurados inscritos no Regime Geral de Previdência Social (RGPS) a partir de 29 de novembro de 1999, o salário de benefício será a média dos 80% maiores salários de contribuição de todo o período contributivo.
Revisão
O aposentado por invalidez tem que passar pela perícia médica do INSS a cada dois anos, para que o instituto comprove que ainda há a incapacidade para o trabalho. Se ficar comprovado que o trabalhador recuperou sua capacidade ou se voltou às atividades, o benefício deixa de ser pago.
Livre do fator
Os segurados ficam livres do fator previdenciário, cálculo usado pelo INSS nas aposentadorias por tempo de contribuição para reduzir o valor do benefício de quem se aposenta cedo. Assim, os aposentados por invalidez ficam livres do fator e têm os benefícios mensais calculados apenas pelas médias salariais.
Pente-fino
O governo federal anunciou que fará um pente-fino nas aposentadorias por invalidez com mais de dois anos de concessão. Esses segurados serão convocados a passar por novas perícias em breve. Por meio de uma portaria interministerial publicada na última sexta-feira, o governo afirmou que aposentados com mais de 60 anos não passarão pela revisão. Os beneficiários serão convocados por meio de cartas, e a orientação do INSS é que não procurem nenhuma agência da Previdência Social por conta própria até que a correspondência chegue em casa.
DEPOIMENTO: “Nem sabia que tinha esse direito”, diz o aposentado Magno Gonçalves, de 51 anos
— Quando me aposentei por invalidez, por causa de um acidente de trabalho, eu não tinha noção de que poderia conseguir quitar o financiamento do meu imóvel. Eu nem sabia que tinha contratado um seguro para isso, quando fechei o negócio. Ao ser alertado por um amigo, busquei meus direitos e consegui o benefício. Isso foi de extrema importância, visto que fiquei totalmente impossibilitado de trabalhar. Deu muita tranquilidade.

fonte:https://extra.globo.com/noticias/economia/aposentado-por-invalidez-consegue-quitar-financiamento-de-imovel-19863450.html

quarta-feira, 31 de maio de 2017

eletroestimulação na Alemanha já é uma realidade.

Muito obrigado por seu interesse na terapia TES com o sistema RP OkuStim para eletroestimulação transcorneal (TES) para pacientes que sofrem de Retinite pigmentosa.
O sistema OkuStim é um produto médico marcado CE para uso nos países da Área Econômica Européia (EEA) para o tratamento da Retinite Pigmentar.
A TES-terapia é um dos primeiros tratamentos ambulatoriais para RP cuja segurança e eficácia foram demonstradas em estudos clínicos. Estudos na Universidade de Tübingen, na Alemanha e em outros centros europeus realizados com sucesso mostraram que a terapia TES é segura e proporciona uma oportunidade para influenciar o curso da doença de forma favorável.
O curso típico de RP pode ser retardado usando eletroestimulação transcorneal (TES). Isto é demonstrado por tendências positivas e resultados estatisticamente em estudos clínicos, que foram comprovados através de análises eletrofisiológicas. Os pacientes beneficiaram diferentes níveis da terapia TES. Quanto mais cedo que os pacientes com RP começam com o tratamento, melhor a progressão da doença pode ser contrariada.
O sistema RP OkuStim só está disponível para pacientes com receita de um Centro TES certificado, uma vez que a terapia deve ser especificada especificamente para a condição do paciente individual e o progresso deve ser monitorado regularmente a cada poucos meses.
Atualmente, esses Centros TES só podem ser encontrados na Alemanha. No futuro, planejamos configurar mais centros TES em todo o mundo.
Lamentamos, mas devido a assuntos regulatórios, não é possível encaminhar informações de estudo de pesquisa para pacientes.
Muito obrigado por sua compreensão.

Créditos:página doenças da visão no Facebook, este texto é resposta a um email enviado por Rodrigo, administrador da pagina doenças da visão. Aproveito  e deixo aqui os meus sinceros agradecimentos ao nobre Rodrigo Xavier pelas informações.


Não oferecemos qualquer garantia, tácita ou explícita, quanto à completude ou à exatidão das informações aqui fornecidas. O acesso  ao blog Retinose pigmentar notícias e seu uso, bem como de quaisquer sites associados ou conectados a ele por links ocorrem por risco do usuário. Não assumimos qualquer responsabilidade.

Www.retina-implant.de
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
Retina Implant ist Ihr Experte für Retinitis pigmentosa - Retina Implant
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
Retina Implant ist Ihr Experte für Retinitis pigmentosa - Retina Implant
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
Retina Implant ist Ihr Experte für Retinitis pigmentosa - Retina Implant
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
Retina Implant ist Ihr Experte für Retinitis pigmentosa - Retina Implant
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
Retina Implant ist Ihr Experte für Retinitis pigmentosa - Retina Implant
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…
Ver mais em RETINA-IMPLANT.DE
l u=http%3A%2F%2Fwww.retina-im…

terça-feira, 30 de maio de 2017

Sobre o óculos para Retinose pigmentar.


 

Caros leitores como foi grande a repercussão a respeito do suposto óculos para RP, entrei em contato com a pessoa que foi entrevistada na matéria do programa bem estar da Rede globo no dia24/05/2017. Abaixo segue os respectivos relatos.
 Cleuza Felix disse:"O históricos deste óculos deu início em meados de junho/16 na busca da materialização através de uma pesquisa oftalmológica. Trata-se da combinação de lentes especiais com objetivo de ampliar o campo de visão. Os estudos e o protótipo evoluíram e em congresso foi homologado pelo conselho nacional de oftalmologia. Exemplificando o uso no estágio atual do meu campo visual, digo que não enxergo mais a borda de um prato de refeição sobre a mesa. Consequentemente não vejo o entorno contendo copo, talheres, guardanapos etc. Certa vez passei pelo vexame de me servir da salada do prato da pessoa que estava a minha frente. Com esta limitação o dia a dia se torna muito difícil em qualquer tarefa e principalmente a LOCOMOÇÃO. Com os óculos ganhei mais liberdade pois amplia o campo visual a ponto de enxergar este entorno perdido. Então... Usando o exemplo do prato terei condições de enxergar além, identificando o restante da mesa posta e as pessoas ao redor. Na rua nossos maiores temores como crianças, animais, árvores, portões de garagem etc., poderão ser identificados. Moro no Recife e vou a João pessoa a cada evolução dos óculos para testá-lo e a cada vez mais eficaz. No dia da filmagem, saí do consultório com ele pela primeira vez e dentro do carro já identifiquei o ganho das imagens. No calçadão houve a grande surpresa de várias imagens juntas, ou seja, o conjunto do mar, céu e coqueiros no mesmo cenário! Para quem mal vê um coqueiro inteiro causou poderosa sensação de liberdade e muita... Muita felicidade. Quanto ao processo para aquisição dos óculos em todo o país não tenho como esclarecer pois ainda espero pelo meu exemplar em ajustes finais na imensa expectativa de usá-lo continuamente. A todos, informo o contato do Dr. Osvaldo Travassos para a devida orientação" Abraços


CLIQUE AQUI E VEJA O CONTATO DO Instituto de Olhos Da Paraíba Oswaldo Travassos Medeiros


Deixo aqui meus agradecimentos a Cleuza Felix pelo seu depoimento, entretanto, não oferecemos qualquer garantia, tácita ou explícita, quanto à completude ou à exatidão das informações aqui fornecidas. O acesso a este blog e seu uso, bem como de quaisquer sites associados ou conectados a ele por links ocorrem por risco do usuário. Não assumimos qualquer responsabilidade.

Autora: Cleuza Felix


domingo, 28 de maio de 2017

Esta publicação descreve as disposições legais da páginaRetinose pigmentar notícias.

MENÇÕES LEGAIS
Esta página descreve as disposições legais aplicáveis a todos os internautas que acessam este  blog devendo o mesmo comprometer-se a respeitá-las, sem exceção. Essas disposições podem ser modificadas a qualquer momento e sem aviso prévio, razão pela qual recomendamos consultá-las regularmente.

Limitações de responsabilidade
o blog Retinose pigmentar notícias se esforça para garantir ao máximo, dentro de suas possibilidades, a exatidão e a atualização das informações divulgadas no  blog reservando-se no direito de corrigir, a qualquer momento e sem aviso prévio, o conteúdo.

O Blog não se responsabiliza pelo conteúdo das informações contidas nos sites de terceiros acessados através do nosso blog.  a nossa página não dispõe de qualquer forma de controle do conteúdo destes sites, que são totalmente independentes  do  nosso blog Além disto, a existência de um vínculo entre o  blog e um site de terceiros não significa, de modo algum, que  o blog Retinose pigmentar notícias aprova ou endossa, a qualquer título, o conteúdo deste site, inclusive o uso que dele poderá ser feito.

O  blog Retinose pigmentar notícias contém informações na área da saúde. Estas informações são publicadas no  blog somente a título informativo e não podem substituir, em qualquer hipótese, as recomendações do médico ou farmacêutico. Essas informações não devem servir tampouco de subsídio para efetuar um diagnóstico médico ou estimular a automedicação. O seu médico é o único profissional competente para prescrever o melhor tratamento para o seu caso.

Atenciosamente: Paulo Ricardo
email:pauloricardo012@gmail.com

sexta-feira, 26 de maio de 2017

GRUPO RETINA SP E BENGALA VERDE CONVIDAM VOCÊ PARA UMA CAMINHADA NA REATECH.

GRUPO RETINA SP  E BENGALA VERDE CONVIDAM VOCÊ PARA UMA CAMINHADA NA REATECH
 
No próximo dia 03 de junho de 2017, o Grupo Retina SP e Bengala Verde estarão presentes na 15ª edição da REATECH | Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, no São Paulo Expo, em São Paulo.
Venha participar conosco, da caminhada Bengala verde para as pessoas com baixa visão.
Nosso Ponto de Encontro será no estande do Instituto Mara Gabrilli, dia 03 junho, sábado, às 13:00 e às 17:00 horas , de onde sairemos todos juntos para a caminhada.
É com grande expectativa que esperamos sua participação para juntos conscientizarmos todos sobre a baixa visão e a importância do uso da Bengala Verde facilitando a interação com as pessoas    
Participe!
Acesse o site www.reatechvirtual.com.br , faça sua inscrição gratuita na Reatech e garanta sua participação na Caminhada Bengala Verde.
Contamos com sua presença!
 
Venha fazer a caminhada conosco:
Data: 03 de junho de 2017 - sábado
Horário: 13h e 17h
Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Ponto de Encontro: Estande Instituto Mara Gabrilli (mapa)
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – Água Funda, São Paulo – SP, 04329-100.    

facebook.com/bengalaverde
contato@bengalaverde.org.br
#bengalaverde #gruporetina #baixavisao #bastonverde #pessoacomdeficiencia

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Equipamento pode mudar a vida de quem tem problemas na retina, como a Retinose pigmentar.


Há três anos, um médico paraibano desenvolve uma alternativa para quem tem retinose pigmentar e glaucoma em estágio avançado. O equipamento foi apresentado recentemente em congressos de oftalmologia.

CLIQUE AQUI E ASSISTA A REPORTAGEM.

fonte:https://globoplay.globo.com/v/5890978/programa/

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Chegamos a marca de 300 mil Acessos.

Hoje chegamos a marca histórica de 300 mil Acessos, 100 mil acessos em 7 meses, 14 mil visitas por mês  aproximadamente.
Agradecemos a todos nossos leitores por mais essa marca, que só fazacreditarmos que estamos no rumo certo, levando muita  informação a
todos.

Continuaremos fazendo o possível, para levar a todos vocês,
informações, relevantes sobre o universo da retinose pigmentar, e do
mundo da pessoa com deficiência em geral.

Fica aqui a certeza de que este site:
retinosepigmentar1.blogspot.com.br  tem contribuído de forma
significativa para que todos as pessoas possam estar bem informadas de
tudo o que acontece  de relevante no  universo da deficiência visual.

O NOSSO MUITO OBRIGADO!!!

 Paulo Ricardo

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Cientista cria retina artificial à base d’água.

O século 21 está aí, e os carros voadores dos Jetsons ainda não saíram do papel. Outras previsões típicas da ficção científica porém, estão entrando aos poucos na rotina da ciência de verdade. Por exemplo: usar uma prótese eletrônica no lugar dos olhos, apesar de muito complicado, já é possível –  A ideia básica desse tipo de implante é usar uma câmera para gerar sinais elétricos que o cérebro é capaz de interpretar da mesma maneira que lê o mundo a partir da sua retina. Ou seja: fazer pessoas com doenças genéticas degenerativas como a retinite pigmentosa voltarem a enxergar com olhos literalmente biônicos.
O problema é que instalar uma pequena máquina fotográfica dentro de alguém ainda é, por razões óbvias, um procedimento muito invasivo, com grandes chances de rejeição por parte do paciente. É por isso que a química Vanessa Restrepo-Schild, da Universidade de Oxford, criou uma retina sintética feita com um material maleável e muito similar ao real – um avanço inédito nas pesquisas com implantes eletrônicos.
“O olho humano é incrivelmente sensível, por isso, corpos estranhos como implantes metálicos na retina podem ser muito danosos, causando inflamações e ferimentos”, explicou Restrepo-Schild à assessoria de Oxford. “Um implante biológico sintético, por outro lado, é macio e solúvel em água, então é muito mais amigável no ambiente do interior do olho.”
Segundo a cientista, é preciso acabar com o imaginário popular que está por trás de seres humanos biônicos: pessoas de aparência metálica, robótica. “Eu quero pegar os princípios que estão por trás de funções vitais do nosso corpo, como a audição, o tato e a habilidade de detectar luz, e replicá-los no laboratório usando componentes naturais. Eu espero que minha pesquisa seja o primeiro passo em uma jornada para produzir tecnologia que seja macia e biodegradável em vez de rígida e descartável.”
Em princípio, parece contraditório falar em algo que é ao mesmo tempo biológico – ou seja, vivo – e sintético – portanto, artificial. Mas o truque de Restrepo-Schild é usar versões de laboratório das proteínas detectoras de luz que estão presentes nas células da retina, tirando as células em si da equação. Essas proteínas ficam mergulhadas em gotículas de água, que se tornam pequenos detectores de luz. Quem gosta muito de bioquímica pode dar uma olhada no artigo científico e entender o truque do ponto de vista técnico.
Como funciona
A evolução biológica deu aos animais a visão. E essa é uma façanha da engenharia. A luz emitida ou refletida por todas as coisas alcança seus olhos, passa pela córnea e forma uma imagem na superfície sensível que fica no fundo do globo ocular, chamada retina.
Depois, cada célula da retina detecta a quantidade de luz que incide sobre uma área equivalente a um pixel. Essas células são chamadas de bastonetes e cones. São cerca de 120 milhões de bastonetes, responsáveis pela visão em preto e branco, e só 6 milhões de cones, que adicionam cor à mistura. As informações geradas por elas são transformadas em sinais elétricos, que são enviados ao cérebro e decodificados. Voilà! Você enxergou.
Uma câmera fotográfica funciona de forma parecida. A luz da cena que será registrada, depois de passar pelas lentes, alcança uma superfície quadriculada fotossensível. Cada um desses quadrados registra informações sobre a luz de um pixel.
O que a cientista de Oxford fez é construir uma câmera fotográfica usando as proteínas presentes nos cones e bastonetes – ou seja, chegar a um meio termo entre tecnologia e natureza que possa ser feito em laboratório, mas que seja aceito pelo corpo como uma simples extensão do olho. Por enquanto, seu implante só enxerga em preto e branco. Mas logo virão cones, e depois, testes em seres vivos. Agora, é só esperar.

fonte:http://super.abril.com.br/ciencia/cientista-cria-retina-artificial-a-base-dagua/